Pesquisar este blog

Nosso Blog é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

Total de visualizações de página

Translate

Follow by Email

Seguidores

terça-feira, 20 de abril de 2010

Exu: princípio de ancestralidade africana face à Globalização

Exu: princípio de ancestralidade africana face à Globalização

Elisabete Nascimento (FL/UFRJ)

Exu é o primeiro orixá a ser louvado nas tradições afro-descendentes, pois é o princípio do movimento, e está relacionado a todas as fomes humanas, impulsionando os homens em direção a seus objetivos: comida, felicidade, sexualidade... e poder. Conta uma de suas lendas, que Exu pediu a sua mãe um animal doméstico para comer, e Oxum consentiu. Como sua fome não passou, comeu tudo o que havia: pastos, árvores, animais, e o mar. Quando ia comer o céu, Orunmyilá, orixá supremo da sabedoria que transmite os ensinamentos aos homens através dos jogos de Ifá, ordenou que ogum parasse o irmão a qualquer custo. Ogum então, foi obrigado a matá-lo para preservar a terra e os seres humanos, assim a paz voltou a reinar. O que havia sobrado foi dizimado pelas pestes. Ao consultar Opelé ifá, um colar de leitura do destino, um sacerdote de Ifá ficou sabendo que Exu continuava com fome, e desejava ser saciado, caso contrário continuaria a provocar pestes e discórdias como vingança pelo que fizeram Ogum e Orunmyilá. Então, Orunmyilá ordenou que daquele dia em diante, sempre que um orixá recebesse uma oferenda, Exu receberia uma homenagem, para que ficasse satisfeito. >>> Leia mais, clique aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário